O website PsyBlog, dedicado à investigação científica do funcionamento na mente humana, publicou um artigo interessante sobre o tempo necessário para a criação e/ou aquisição de novos hábitos.

Um recente estudo, publicado no European Journal of Social Psychology, reuniu 96 pessoas que tinham uma coisa em comum: o interesse em formar um novo hábito como o comer uma peça de fruta diariamente ou fazer exercício.

Quebrando o conhecido mito dos “21 dias para mudar significativamente qualquer coisa na vida”, o estudo mostra que o tempo necessário está relacionado com a facilidade de automatizar a acção, assim como a própria prática, tendo-se chegado a uma média de 66 dias (variações entre os 18 e 224 dias).

Outras conclusões interessantes do estudo:

  • Falhar um único dia não reduz a probabilidade de se formar o hábito.
  • Algumas pessoas podem ter mais “resistência a hábitos”, o que lhes leva bastante mais tempo que o normal.
  • Outros tipos de hábitos podem demorar bastante mais.

O artigo original está disponível aqui.

Categorias: Artigos

Nuno Donato

Formador GTD em Portugal. Apaixonado pela ciência do estudo da mente e do comportamento humano, tenta aprender e ensinar as melhores técnicas, ferramentas e estratégias para optimizar o nosso trabalho e maximizar a vida.