É mais fácil mexer, quando já se está em movimento

No karate, aprende-se rapidamente que quando se luta com um adversário, nunca se deve parar de mexer. É muito mais fácil responder e movimentar rapidamente – mesmo que seja na direcção contrária – quando já se está em movimento. É necessário muito mais esforço para sair da inércia do que para mudar de direcção. Se estiver positivamente envolvido, com qualquer parte da sua vida, é mais fácil lidar com quaisquer mudanças que possam surgir e tomar as devidas acções.

Tomar o controle

Quando alguém se sente enjoado no mar diz-se que uma cura simples é manter o olhar fixo no horizonte. Ou, melhor que isso, dar a essa pessoa o controle do leme. Já alguma vez se sentiu enjoado enquanto conduzia um carro? O condutor é aquele que nunca enjoa, isto porque é alcançado um nível muito mais profundo de equilíbrio por aquele que tem o controle do leme.

A razão pela qual se sentirá muito melhor assim que implementar os 5 métodos do fluxo GTD (recolher, processar, organizar, rever e fazer) não é porque eles criem menos trabalho. É porque automáticamente vão colocá-lo no lugar do condutor, no centro do seu universo. Torna-se na causa em vez do efeito.

[…]

Evitar coisas que chamam a nossa atenção é como tentar parar um barco que já navega a grande velocidade. Em vez disso, responder às questões “Qual é o resultado que quero?” e “Qual é a próxima acção?” – mesmo sobre os pequenos papéis espalhados na secretária – colocam-no de volta no leme.

traduzido e adaptado do livro “Ready For Anything” – David Allen

About the Author: Nuno Donato

Formador GTD em Portugal. Apaixonado pela ciência do estudo da mente e do comportamento humano, tenta aprender e ensinar as melhores técnicas, ferramentas e estratégias para optimizar o nosso trabalho e maximizar a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *