Organização e Criatividade: amigos ou inimigos?

“Vivemos e trabalhamos em diferentes níveis ao mesmo tempo. Quando um nível é perturbado, vai tirar energia e foco de outros, até que seja resolvido. Quando as coisas estão em equilíbrio, um fluxo natural e sustentável de energia criativa fica ao nosso alcance para todas as necessidades

Organização e Criatividade: Amigos ou Inimigos?

Acho interessante como tantas pessoas ainda pensam que organização e criatividade são mutuamente exclusivas: “Não me chateies com isso de ser organizado e com todas essas listas – eu preciso é de ser criativo.” Ou então “eu não preciso de toda essa organização, consigo ter tudo na cabeça.” Porque é que as pessoas pensam que “ser organizado” é oposto a ser espontâneo, intuitivo e livre? Provavelmente, porque não sabem – nessa área da vida – identificar um objectivo ou experiência que desejam. Quando sabemos mesmo aquilo que queremos ter ou experienciar, aquilo que sabemos que temos de fazer é normalmente definido como “organizarmo-nos”. E simplesmente fazemo-lo. […]

Se nos quisermos exprimir numa tela, e a tinta a óleo for o meio, vamos certamente organizar as tintas e os pincéis. Não precisamos de pensar em “organização” – simplesmente faz-se! Se quisermos ir pescar, e gostarmos mesmo do desporto, vamos manter as linhas, canas e os demais utensílios de uma forma organizada. Os melhores nessa prática têm sempre o material pronto.

Porque é que então, isso não acontece também de uma forma natural no nosso trabalho? Conheci muitos profissionais seniores que mantinham todo o sistema de navegação dos seus barcos de uma forma impecável, e no entanto, as suas caixas de entrada de email estavam completamente fora de controle. Porquê? Qual é, verdadeiramente, a diferença?

A partir do momento em que saborear aquilo que é “navegar” com uma mente limpa (e digo uma mente mesmo limpa), duvido que tenha que perder muita energia em pensar sobre “organizar-se”. Simplesmente vai fazê-lo de uma forma natural para que consiga manter essa experiência. […]

É difícil ser completamente criativo sem estrutura e limites. Experimente pintar sem uma tela. A criatividade e a liberdade são dois lados da mesma moeda. Eu gosto do melhor dos dois mundos. Quer liberdade? Organize-se. Quer ser organizado? Seja criativo.”

traduzido do livro “Ready for Anything”, David Allen

About the Author: Nuno Donato

Formador GTD em Portugal. Apaixonado pela ciência do estudo da mente e do comportamento humano, tenta aprender e ensinar as melhores técnicas, ferramentas e estratégias para optimizar o nosso trabalho e maximizar a vida.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *