Como ganhar 1 hora por dia (ou mais)

(artigo no seguimento de “Para Além Da Comum “Gestão Do Tempo“)

Se pudéssemos congelar o mundo inteiro por uma semana (nada de emails, notícias, novas tarefas ou objectivos, etc), a nossa lista de tarefas ainda assim continuaria a crescer – isto, pelo menos, para alguém que se dedique minimamente a organizar a sua vida e trabalho. Queremos sempre fazer algo mais, melhorar coisas que já fizemos, conhecer e aprender coisas novas, dar espaço e tempo para sonhos ou novos objectivos, alimentar ideias que nunca param de surgir… houvesse tempo para tudo! E, no entanto, não podemos congelar o mundo por uma semana, por isso imagine o que uma lista de tarefas não cresce! Basta para isso estarmos conscientes dela e mantê-la actualizada com a realidade da nossa vida pessoal e profissional.

É possível ganhar uma hora extra por dia? Há uma resposta fácil e rápida e uma mais complexa e longa.

A rápida é: sim! Durma menos uma hora 🙂

A longa é: não. O tempo não se gere. Todos nós temos as mesmas 24 horas por dia. O que é que significa exactamente “ganhar uma hora extra”? Ninguém pode ganhar horas. Em todas as horas do dia estamos a fazer algo que temos ou queremos fazer. O que há aqui são escolhas contínuas (e infelizmente na maioria dos casos, escolhas inconscientes) daquilo que devemos fazer a cada momento. Ganhar uma hora, significa apenas fazer uma escolha diferente.

Ter um relatório para acabar durante o fim de semana, mas ser capaz de tirar uma tarde de Sábado para passar tempo de qualidade com a família ou amigos é algo que muita gente gostaria de ser capaz de fazer. E é possível! Mas uma escolha desse tipo só pode ser feita com tranquilidade se houver uma consciência completa daquilo que é a nossa vida e o nosso trabalho. Para quem tem um inventário claro das suas responsabilidades e tarefas, e sabe a qualquer momento tudo aquilo que tem para fazer e tudo aquilo que escolhe não fazer, essas escolhas podem ser feitas. E veja só, ganhamos não uma, mas 5 ou 7 horas num dia!

Sem haver essa consciência, e sem um alinhamento das nossas tarefas com os nossos objectivos mais elevados (pessoais ou profissionais), muitas pessoas estão apenas num ciclo vicioso de “luta” contra o tempo, quando na verdade deveriam repensar as escolhas que fazem e de que forma essas escolhas contribuem para onde querem ir.

O que é que motiva alguém a adoptar novas medidas de produtividade ou incorporar novos hábitos? A resposta é sempre a mesma: o motivo tem que vir de dentro, tem que estar em sincronia com um propósito maior onde nos vemos e queremos chegar. A visão é que nos puxa e empurra, no entanto estamos tão desligados de uma visão para nós próprios que procuramos apenas motivação externa para nos ir empurrando e “tapando buracos” nas partes mais desagradáveis do nosso dia-a-dia.

Dito isto, é claro que a metodologia GTD que ensinamos começa por uma base bastante prática e objectiva de ferramentas, processos e dicas para gerir e optimizar o trabalho do dia-a-dia e ajuda-nos a “optimizar o uso do tempo”. Aqui ficam mais uma vez, em jeito de resumo, as dicas essenciais das 5 fases do fluxo de trabalho GTD:

  • Não manter nada na cabeça – criar o hábito de escrever tudo aquilo de que nos lembramos
  • Não deixar perdidas as coisas que escrevemos – tratar delas regularmente, decidindo o que queremos com cada uma (objectivo), e qual as próximas acções (físicas e concretas) a fazer
  • Manter todas essas listas de acções (e listas adicionais que possam ser úteis) num sistema organizado, ao qual consigamos aceder e retirar a informação relevante muito rapidamente e sempre que necessário
  • Rever todas as listas regularmente, de forma a manter esse sistema actualizado com a realidade, e nos certificarmos que nada está a escapar a nossa atenção
  • Saber fazer boas escolhas a cada momento, atendendo às limitações de tempo, espaço, energia, etc… e, claro, escolhas que estejam em sincronia com os nossos objectivos e propósitos

About the Author: Nuno Donato

Formador GTD em Portugal. Apaixonado pela ciência do estudo da mente e do comportamento humano, tenta aprender e ensinar as melhores técnicas, ferramentas e estratégias para optimizar o nosso trabalho e maximizar a vida.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *