Direcionalmente Correcto VS Perfeitamente Correcto

«Em vez de perguntar “O que é que devo fazer?”, pergunte antes “Qual é a coisa correcta a fazer?”. Por “correcta” não estou a fazer uma comparação com o que é correcto-errado; quero antes dizer aquilo que é direcionalmente correcto. Está a executar acções que de alguma forma movem os seus projectos para a frente? Vão essas acções ajudar a resolver o problema que tem em mão?

O meu bom amigo e antigo colega David Allen (Getting Things Done) aconselha já há muito tempo que não precisamos de saber todos os passos de um projecto para o poder começar. No mínimo, apenas precisamos de saber qual é o objectivo desejado e uma próxima acção adequada. Enquanto conseguirmos manter esse objectivo na mente e ter sempre uma próxima acção, vamos estar constantemente a fazer progressos.»

traduzido e adaptado de “Workarounds that Work”, Russell Bishop

About the Author: Nuno Donato

Formador GTD em Portugal. Apaixonado pela ciência do estudo da mente e do comportamento humano, tenta aprender e ensinar as melhores técnicas, ferramentas e estratégias para optimizar o nosso trabalho e maximizar a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *